Manifesto contra a venda do Parque de Exposições Agropecuárias de Salvador

A Associação dos Especialistas e Fiscais do Grupo Ocupacional Fiscalização, Regulação e Obras Públicas – ASSERF, juntamente com a Associação dos Fiscais Estaduais Agropecuários da Bahia – AFA vem manifestar, mais uma vez, sua indignação acerca da declaração dada pelo Governador do Estado da Bahia de que irá vender o Parque de Exposições Agropecuárias de Salvador.

Este equipamento é um dos maiores e mais funcional do país, com excelente infraestrutura, o que ao longo dos anos tem permitindo a realização de diversas atividades como exposições, feiras, mega shows, cursos, demonstrações equestres e leilões, oferecendo conforto para os animais expostos e para o público visitante.

A venda do Parque de Exposições Agropecuárias de Salvador representa um grande golpe em um setor econômico com significativa participação na geração de riquezas no estado e que vem passando pelo seu pior momento da história recente. A extinção da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola – EBDA e o sucateamento da Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia – ADAB, cuja função é garantir a segurança sanitária no Estado da Bahia, preconizando o desenvolvimento de um agronegócio sustentável e competitivo, são provas inequívocas do descaso desse governo com a agropecuária baiana.

Somente a Feira Internacional da Agropecuária (Fenagro), considerada o maior evento do Norte-Nordeste e responsável por encerrar o calendário de feiras agropecuárias do Brasil, responde pela movimentação financeira que supera os R$ 100 milhões em negócios, com uma frequência de mais de 2.500 animais e 100 mil pessoas/dia.

O Parque de Exposições Agropecuárias de Salvador, ao longo de seus 42 anos de existência, vem desempenhando importante papel para os pecuaristas, agricultores, estudantes e empresas do setor agrícola, servindo de vitrine para difusão de tecnologias, venda de insumos, animais, máquinas e implementos agrícolas.

Responsabilidade e zelo são as competências que a população espera de um governo comprometido com o desenvolvimento da agropecuária.

NÃO A VENDA DO PARQUE DE EXPOSIÇÕES AGROPECUÁRIAS DE SALVADOR.

1 Comentário sobre Manifesto contra a venda do Parque de Exposições Agropecuárias de Salvador

  1. Infelizmente é muito triste e lamentável o que está para acontecer com o Parque de Exposições, realmente os eventos que abrange a agropecuária é um elo de ligação do campo com a cidade. É muito gratificante ver o público interagindo e conhecendo o campo, ver pessoas descobrindo que no seu dia a dia o campo é responsável por sua alimentação, vestuário, higiene enfim o campo faz parte cem porcento da vida das pessoas. É com tristeza que estamos preste a ver parte da história agricultura da Bahia ser implodir a por questão econômica e política. Aos quê fizeram parte da lutar para manter o Parque por anos em atividade e a dedicação nos eventos só resta torcer para que aja uma desistência da atitude da venda do Parque ou quê nos dê força para aceita uma perda incalculável.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*